Todos os posts

O ser humano tem relógio biológico interno

Você sabia que o ser humano tem relógio biológico interno? E mais ainda, que este relógio biológico não é uma exclusividade nossa? Que este relógio é quem regula todo nosso ciclo vital?

 

Esta foi a descoberta de três americanos, todos laureados como o Nobel de Medicina em 2017. Neste ano o Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia foi para os norte-americanos Michael Rosbash, Jeffrey C. Hall e Michael W. Young pela descoberta sobre o relógio biológico interno dos seres vivos, conhecido como ritmo circadiano.

 
Saiba quem sou eu desde 2018. Clique AQUI.
 

Mas o que é ritmo circadiano?

 

O ritmo circadiano ou ciclo circadiano, é o mecanismo pelo qual todo organismo vivo se regula entre o dia e a noite. A partir dele, todos os processos fisiológicos do ser humano, por exemplo, são comandados para conseguir dormir, acordar, sentir fome, estar ativo, e assim em diante.

 

Na prática, o que o ritmo circadiano pode ser útil?

 

Ele, o ritmo circadiano humano, é controlado pelo hipotálamo, uma região do cérebro que recebe os sinais de luz e da escuridão, que são captados pela retina nos nossos olhos, e aí que se estabelece os padrões de sono a noite e vigília, durante o dia, ao longo de cada 24 horas.

 

Portanto, tal descoberta deixou bem claro a fundamental importância do sono noturno para nossa saúde e bem-estar. Assim como, restou evidente, a necessidade de mantermos um dia produtivo de trabalho, atividades físicas e lazer etc.

 

Não obstante, esse “relógio” biológico é quem regula funções como o sono, os níveis hormonais e os nossos comportamentos, e explica fatos como o porquê ficamos ou, pelo menos deveríamos ficar, mais ativos durante o dia e menos atentos a noite.

 

A desregulação do ritmo circadiano pode resultar em depressão, ansiedade ou no fenômeno conhecido como “jet lag”.

 
Conheça a receita holística de bem-estar!
 

Tá bom, mas como fazer para ter um dia produtivo e com ânimo?

Por mais estranho que possa parecer o que determinará se o nosso dia será produtivo ou não será a qualidade do nosso sono. Sem nos esquecermos de que outros fatores podem influenciar.

 

É durante o sono noturno de qualidade que o nosso organismo exerce as principais funções restauradoras do nosso corpo, como o reparo dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas.

 

Durante este período, é possível – se for um sono de qualidade – “recarregar” as nossas energias, melhorar sistema imunológico e regular o nosso metabolismo. Fatores essenciais para manter nosso corpo e nossa mente saudáveis.

 

E como ter um sono restaurador?

Existem métodos naturais que auxiliam a termos uma noite de sono de qualidade e podemos começar pela higiene do sono.

 

Como na vida tudo é uma questão de hábito, devemos criar bons hábitos para termos ótimos resultados.

 

Dicas de higiene do sono:

· Mantenha uma rotina de sono. Procure ir para cama sempre no mesmo horário e evite ver TV, usar computador ou celular por pelo menos uma hora antes de se deitar.

· Crie no seu quarto um ambiente que induza ao sono. Mantenha as luzes apagadas.

· Reduza o consumo de alimentos pesados à noite, após as 18 horas.

· Evite o consumo de bebidas com cafeína após as 17 horas.

· Evite o consumo de bebidas alcoólicas.

· Evite tirar sonecas durante o dia.

 

Você sabia que o óleo essencial de Lavanda ajuda num sono restaurador?

Um estudo publicado pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) constatou que a inalação do óleo essencial de Lavanda tem efeito positivo no sono e nos sintomas da menopausa em mulheres no período da pós-menopausa com insônia.

 
Você já toma água morna com limão e sal grosso em jejum?
 

O estudo do tipo ensaio clínico randomizado controlado duplo-cego foi realizado em 35 mulheres de 48 a 65 anos de idade com diagnóstico clínico de insônia e foi distribuído em 2 grupos:

 

1. Um grupo, placebo, inalou o óleo vegetal de girassol antes de dormir;

2. O outro inalou o óleo essencial de Lavanda (Lavandula angustifólia) antes de dormir.

 

Durante 29 dias os dois grupos receberam orientações sobre higiene do sono antes de iniciar a intervenção e acompanhamento semanal durante a intervenção.

 

A conclusão foi de que as participantes que inalaram o óleo essencial de Lavanda (Lavandula angustifólia) obtiveram melhora significativa no padrão de sono, na qualidade e na eficiência de sono.

 

Para mim não resta a menor dúvida da grande influência do óleo essencial de Lavanda em modular positivamente a qualidade do nosso sono. Eu mesmo uso o óleo essencial de Lavanda desde 2019 e desde então meu sono passou a ter muito mais qualidade.

Hoje – julho de 2021 – eu tenho dias muito mais produtivos, consigo desempenhar meu trabalho, outras atividades e meus exercícios físicos com mais facilidade e disposição.

Espero que este post ajude você a ter dias, e noites, muito melhores e caso queira se juntar a minha comunidade de bem-estar clique AQUI, me adiciona no Instagram e me manda um direct.

 

Namaste.

Alessàndro B Machado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.